Postagem em destaque

Autoeficácia nas palavras do próprio Albert Bandura

Este artigo traduzido faz parte dos meus estudos de doutorado. Ele fornece um referencial teórico importante para estudantes e professores...

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Boa tarde professor! Estou a validar para português de um questionário americano. Fiz uma análise factorial exploratoria e gostava de saber se tenho mesmo de proceder a uma AF confirmatória ou se posso só apresentar as dimensões que encontrei na AFE.Obg

Você pode usar as duas abordagens, mas se for usar as duas, é melhor dividir a amostra em duas partes. Honestamente, prefiro a AFC. Afinal, se sua AFE mostra uma estrutura fatorial diferente daquela encontrada no estudo original, como quantificar o grau de validade do seu instrumento adaptado? Essa quantificação não é possível na AFE, mas é possível na AFC. Uma opção é apresentar os resultados da AFE e tentar discutir eventuais diferenças. Mas se você já tem uma teoria, não é muito melhor você avaliar o grau de ajuste dos seus dados à teoria?

Espero ter ajudado.

Abs,

CFC

Ask me anything

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...