Postagem em destaque

Autoeficácia nas palavras do próprio Albert Bandura

Este artigo traduzido faz parte dos meus estudos de doutorado. Ele fornece um referencial teórico importante para estudantes e professores...

sábado, 20 de março de 2010

quais os efeitos do n-hexano no corpo humano ? em que produtos podemos encontrar essa substancia e como evita-la?

Os vapores do n-hexano são irritantes para os olhos e para as vias respiratórias. Em níveis elevados pode provocar dor de cabeça, tonturas, desconforto gástrico e mesmo depressão do sistema nervoso central, com rebaixamento do nível de consciência. Na exposição ocupacional pode levar à neuropatia periférica, com formigamento ou queimação de extremidades e fraqueza. Há diversos outros efeitos relatados. Esses são apenas os mais comuns. Hoje em dia há bem menos produtos contendo hexano, mas ele poderá ser encontrado ainda em algumas colas, adesivos, tintas, vernizes e lacas como solvente da fórmula.

Como o controle sobre isso é ainda muito insuficiente, desconfio que muitas formulações comerciais podem exceder o limite de concentração benzeno, que já é alto (1%). O benzeno é aquele hidrocarboneto aromático que foi oficialmente banido, mas que na prática continua sendo encontrado até em gasolina adulterada. O banimento oficial, apesar de parcial (pois o benzeno ainda é permitido para certos fins), realmente reduziu os níveis de exposição pré-existentes.

Mesmo ainda sendo alvo de bastante estudos por pesquisadores brasileiros, o benzeno foi bastante esquecido por pela maioria dos profissionais e educadores médicos. Causa de malignidades hematológicas e aplasia de medula óssea, não tem limite seguro para exposição, realmente requerendo seu banimento, apesar dos limites oficiais, pouco controlados.

Atendo muitos pacientes anêmicos e leucopênicos (com poucos leucócitos, "glóbulos brancos do sangue"), que expostos ocupacionalmente à produtos à base de hidrocarbonetos, como é o caso do n-hexano. Os rótulos desses produtos muitas vezes ostentam o texto "NÃO CONTÉM BENZENO". Como a anemia e a leucopenia podem ser um sinal de aplasia medular, suspeito que uma boa parte desses produtos possa estar contaminado com mais benzeno que o rótulo sugere.

Curioso é quando temos hemogramas recentes normais, se realizados e pagos pela empresa, como parte do PCMSO; e alterados, quando feitos no laboratório do hospital... Já que perguntar não ofende: há algum controle contra esse tipo de fraude? Se alguém conhecer, me conta...

O ideal é a utilização no ambiente de trabalho de equipamentos de proteção coletiva (enclausuramento, ou "hermetização" do processo) e individual tanto quanto possível (luvas, óculos, máscaras bico de pato com carvão ativado.)

Ask me anything

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...