Postagem em destaque

Autoeficácia nas palavras do próprio Albert Bandura

Este artigo traduzido faz parte dos meus estudos de doutorado. Ele fornece um referencial teórico importante para estudantes e professores...

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Ciclo Circadiano, Melatonina e Depressão

Fiz esta palestra em pleno verão do Rio de Janeiro ano passado para alguns executivos estrangeiros que queriam saber minha opinião sobre a transmissão melatonérgica. Foi um bom momento, que quase mudou minha carreira pra longe da educação de futuros médicos. Hoje pensei que foi bom não ter dado certo.

Minha opinião é de que o novo agonista melatonérgico com antagonismo serotoninérgico seletivo para receptores 5-HT2C, a agomelatina, parece funcionar bem e com poucos efeitos colaterais se comparada a outros fármacos.

Penso que medicamentos com mecanismo de ação similar podem ser eventualmente úteis para uma parcela dos pacientes em que os problemas do sono estejam associados.

Porém, acompanho os relatos de usuários de agomelatina na internet (http://www.erowid.org) e os relatos são bem heterogêneos.

Há muita gente gostando da eficácia do medicamento e sua boa tolerabilidade quando comparado a antidepresivos inibidores seletivos da recaptação da serotonina e os tricíclicos, mais antigos.

Por outro lado, sonolência excessiva e ansiedade paradoxal são experiências também descritas em alguns relatos.

Como não há um grupo controle (placebo) para comparação, não dá pra afirmar muita coisa ainda. Há muita "polifarmácia" nesses relatos pessoais (em inglês classificam a evidência oriunda desses relatos como "anecdotal"), o que deixa mais complicado defender ou acusar a agomelatina tanto de efeitos benéficos quanto maléficos.

Saiu um artigo no final de 2009 "tocando o sarrafo" na agomelatina e defendendo a volta dos tricíclicos, p(h)ode uma coisa dessas?

Não tinha link pra texto online e a redação era sofrível. No resumo, além de listar alguns efeitos colaterais conhecidos da agomelatina, como hepatotoxicidade, ele apontou que 3 dos 4 estudos realizados até a redação desse texto não mostraram eficácia da agomelatina. Todavia, penso que esse autor não tenha conseguido realizar uma meta-análise “desapaixonada”, mais isenta, e não a partir de opinião pessoal.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...